Terça-feira, 23 de Setembro de 2008
Sofrimento.

Quando o sino tocou
Quando o mundo chorou
Quando tudo acabou
Quando tudo passou.

 

Já não há tristeza
Já não há solidão

Já não há riqueza
Nem quem durma no chão.

 

Povos dizimados
Povos desencontrados
Povos enclausurados
Povos refugiados.

 

Voltou ao normal
Voltou pouco a pouco
Acabou tudo mal
Acabou tudo louco.

 

Pessoas a saltar
Pessoas a cantar
Pessoas a brincar
Pessoas a falar.

 

Tudo o que sinto
Tudo o que tenho
Por tudo o que minto
Por tudo me acanho.

 

Desejos
Diferentes,
Sentimentos
Independentes.



publicado por kdoroteia às 18:29
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008
Suffering and pain
I see you every day
And I can not support
Be so far away from you
Without your love and comfort. 
 
Time we spent in silence
Without knowing what to say
The doubt was huge
That made me run away.
 
Has expired at the time
Everything I felt
When the silly words
You said in that day..
 


publicado por kdoroteia às 19:01
link do post | comentar | favorito

Domingo, 7 de Setembro de 2008
Miss You!

 

 
Yes, it's pain without equal,
Yes, I know that you're not truth,
And if you believe you're young,
And the desire to want, without you.
 
 
 
Your pain eats mind and spirit,
Crazy, jumping in the suffered chest .
 
 
 
Evil, that burns without fire!
Grows in me as seed,
And there you are...
 
 
 
Drink until the tears,
Subject to my happiness,
And announce your truth:
 
 
 
 
I Miss You!!
 
 
 
(Portuguese version)
 
 
 
Tenho saudades tuas!
 
 
Sim, é dor sem igual,
Sim, eu sei que tu não estás de verdade,
E se tu achas que és jovem,
E o desejo de desejar, sem ti... 

Tua dor corrói mente e espírito,
Demente, saltas no peito sofrido.

Ó mal, que ardes sem fogo!
Cresce em mim como semente,
E aí tu estás...

Sugas-me até às lágrimas,
Sujeito a minha felicidade,
E anuncio a tua verdade:

Tenho saudades tuas!
 


tags: , ,

publicado por kdoroteia às 17:40
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 2 de Setembro de 2008
Momentos

Lágrimas caídas

Por pensar em ti,

Frases comovidas

Digo, desde que te vi.

 

Sinto um aperto enorme

Por não te encontrar,

Dias que passo sem fome

São momentos p'ra chorar.

 

Procuro uma resposta fácil

Para o que estou a sentir,

Penso que essa

Seja, não desistir.

 

Quando nos encontrarmos

Acaba o sofrimento,

Bons momentos passamos

Guardo no pensamento.


tags:

publicado por kdoroteia às 22:56
link do post | comentar | favorito

© 2009 Cátia Costa

Photobucket

.mais sobre mim
.Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30


.Contador
.My Music

My Music

.posts recentes

. Será??

. coisas

. Quanto mais penso em ti

. Um sonho

. Se eu pudesse

. ...

. Tenho-te

. Pepa Y Silvia - If Tomorr...

. Devaneios

. Pepa Y Silvia - When You ...

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.links